Conteúdos mais recentes

Seu Jorge & Soul Mais Samba 2015

Participação de Seu Jorge na roda de samba do Grupo Soul+Samba no 4 linhas de Bento Ribeiro no último dia 19 de abril de 2015. Com imagens de Filó Filho e Alvaro Araujo; still fotográfico de Zezzynho Andraddy, edição e reportagens de Pedro Oliveira e direção de Filó Filho a equipe registrou o evento para o Acervo Cultne.

Zal Sissokho - Encontro Musical Teatro Rival BR - Pt 2

Cultne registrou no Rival BR no dia 1 de junho de 2013 com imagens e edição de Alexandre Xandão e Filó Filho; e still fotográfico de Zezinho Andrade a 10ª Festa da Independência do Senegal com a participação de vários convidados, entre eles o músico senegalês Zal Sissokho.

Iº Primeira Mostra Cultural - 2012 -Bloco Afro - Estimativa

A I Mostra MAR Cultural que conta com as preciosas participações de @vandaferreira, @helenathedoro, o saudoso Marcelo Reis, Nina Silva, @Jana Guinond - Com sorriso, Kevin Wilson do Consulado Americano, Lucio Enrico do INEPAC, Bruno Onilu e o secretário de cultura Emílio Kalil.

Palhaços - "Seu Sebastião" de Altay Veloso

Performance de Altay Veloso interpretando "Palhaços" com o personagem "Seu Sebastião" extraído do livro "Lábios de Cuba Libre", - da obra literária do autor. "Lábios de Cuba Libre" é o nome de uma fictícia casa noturna do centro do Rio de Janeiro, que funcionou entre os anos de 1957 3 1968. Os mais importantes episódios desse período, no Brasil e no mundo, são discutidos entre os frequentadores da casa: artistas, malandros, esportistas, embaixadores, políticos e comerciantes tudo isso, regado às boas doses de cuba libre.

Eddie e Vanessa: Amor, Africanidade e Tecnologia.

Eddie e Vanessa amor, africanidade e tecnologia em prol da cultura negra da lusofonia Apresentação: Silvia Nascimento Produção: Mundo Negro Gravação e Edição: @Cultne Arte: Apuan

Mãe Beata de Iemanjá

Beatriz Moreira Costa, conhecida como Mãe Beata de Iemanjá (Cachoeira, 20 de janeiro de 1931 – Nova Iguaçu, 27 de maio de 2017) foi uma mãe-de-santo, escritora e artesã brasileira, que desenvolveu trabalhos relacionados à defesa e preservação do meio ambiente, aos direitos humanos, à educação, saúde, combate ao sexismo e ao racismo. Em abril de 2022, o Ylê Axé Omijuarona periferia do Rio de Janeiro, inaugura um busto em sua homenagem. Mãe Beata de Iemanjá (1931-2017) deixou um legado como mãe de santo, escritora e artesã, a partir do seu trabalho a frente do Ylê Axé Omijuaro (Casa das Águas dos Olhos de Oxóssi) fundado em 1985 e localizado na região metropolitana do Rio em Nova Iguaçu, no bairro de Miguel Couto. Mãe Beata, ao longo de sua vida, sempre se posicionou a favor da justiça social, esteve à frente de mobilizações e atividades de combate à intolerância religiosa, de prevenção das DSTs/HIV/Aids e câncer de mama, à violência contra a mulher, à discriminação racial e de gênero, além de ser publicamente conhecida defensora do meio ambiente. Desde os anos 80 ela passa a ser considerada uma das grandes personalidades do candomblé do Rio de Janeiro. Em abril de 2022 o busto de Mãe Beata de Iemanjá foi inaugurado quando o Ylê Axé Omijuaro completou 37 anos de fundação. A Cultne TV esteve presente registrando o evento e produziu um pequeno documentário sobre a importância da grande matriarca.

Samba de Roda do Awurê

Cultne registrou o grupo Awurê e o samaba de roda no quintal da rua Pirapora, em Madureira.

Serginho Meriti - Ao Vivo - Bloco 2

Serginho Meriti ao vivo na Batuq Casa de Samba - Bloco 2

Daan Corona Official Video - Senegal, África

O rei saiu para enfrentar a Corona. Para esta luta planetária, Youssou Ndour lançou uma ampla rede para transmitir a mensagem ao Studio Sankaré, magistralmente gerenciado por Didier Awadi. Vinte (20) artistas senegaleses das culturas urbana e mbalakh, incluindo Youssou Ndour, participaram do single de conscientização oficial "Daan Corona". Um vídeo disponível em plataformas digitais. Os lucros serão destinados ao Ministério da Saúde para combater a pandemia.

Café com amor: Somos sóis vivos

Nosso encontro semanal para falar de Amor e seus Atos Político-Poéticos! Eu sou Aza Njeri, uma acendedora de Sóis!

Canjerê do Amaro - Parte 1

Marcelo Amaro apresenta Canjerê do Amaro Show gravado no Batuq Casa de Samba em 30 de abril de 2022 No repertório Amaro canta obras autoriais dos seus três álbuns, seu DVD, de artistas da sua geração e clássicos do Samba. Além de muitos convidados que chegam somando nesse projeto lindo. Uma grande Kizomba! Créditos: Marcelo Amaro - Trio de Congas, Cuíca, Agbê ( Xequerê), Tamborim, Frigideira, Caxixis.

Programa Rafael Mike

Programa Cultne na TV apresentado por Carlos Alberto Medeiros, exibido em 19 de outubro de 2019 na TV Alerj tendo como convidado o cantor e compositor Rafael Mike.

O Retorno

VOCÊ É O MELHOR PRA MIM | CAP 10 2ªTEMPORADA

Coração Batuqueiro na Wakanda in Madureira

Participação do Coração Batuqueiro na festa Wakanda in Madureira. O G.R.E.S.A.M. Coração Batuqueiro é uma escola de samba para crianças que valoriza a cultura afro-brasileira e as discrimina através das suas atividades de musicais e recreativas. O grupo fez uma linda apresentação no Wakanda in Madureira em sua última edição de 2021, reunindo os alunos do grupo em uma roda de samba que encantou o público

Iraneide Soares da Silva

A historiadora Iraneide Soares da Silva é Doutora em História Social. Sua pesquisa tem como tema “Catharina Mina: Uma liberta africana em São Luís no Século XIX".

Baianidade Nagô

Já no clima da folia e sob as irradiações carnavalescas, acionadas pelos tambores e toda a tradição Bantu que se incorpora e predomina na maior festa do mundo, o Awurê trás para vocês, o BAIANIDADE NAGÔ.

Quilombo nos Parlamentos | As pré-candidaturas do movimento negro #Eleições2022

Assista o lançamento do Quilombo nos Parlamentos, iniciativa da Coalizão Negra Por Direitos que apresenta mais de 100 pré-candidaturas, alinhadas com o movimento negro, para cargos no Congresso Nacional e Assembléias Legislativas nas Eleições 2022. Saiba mais em quilombonosparlamentos.com.br

Inauguração da Estátua da Marielle Franco

Inauguração em 27 de julho de 2022 da estátua da vereadora Marielle Franco, assassinada em 2018, no centro do Rio de Janeiro. O local escolhido foi o Buraco do Lume, local onde Marielle se reunia com eleitores semanalmente para prestar contas do seu mandato.

Melina de Lima, Raquel Barreto e Jurema Batista

A jornalista Lica Oliveira recebeu em fevereiro de 2022 para um bate-papo as intelectuais Melina de Lima, Raquel Barreto e Jurema Batista no restaurante Kaza 123 em Vila Isabel, na zona norte do Rio de Janeiro.

Pra matar preconceito

Videoclipe da Roda de Samba Balaio Bom com a música "Pra matar preconceito" dos compositores Raul DiCaprio e Manu da Cuíca. Composta em 2014 é um grande sucesso das rodas de todo o Brasil, trazendo reflexão sobre a questão da mulher negra no país. Audiovisual Cultne

São Paulo Fashion Week 2022

A coleção “As Três Graças do Brasil” da estilista Mônica Sampaio, fundadora da marca Santa Resistência homenageia três mulheres protagonistas nos caminhos para independência do Brasil: a indígena Catarina Paraguaçu, a negra Maria Felipa e a branca Maria Quitéria. Em momentos diferentes da história do Brasil, atuaram ao lado dos pobres, dos indígenas, dos agricultores e das mulheres para defenderam a região do Recôncavo. Os três primeiros looks do desfile em verde sintetizam essa tríade, no vestido amazona de crochê e barra de franjas longas, com um cocar de folhagem também de crochê, o longo com muitas faixas de babados e a camisa também cheia de babados na frente usada com bota e boina.

Enredos e Identidades Negras

Palestra Enredos e Identidades Negras com a participação da professora Helena Theodoro, Doutora em Filosofia; o carnavalesco da Mangueira, Leandro Vieira; e Sinara Rúbia da Secretaria Municipal de Cultura, realizada no dia 30 de novembro de 2021 no MUHCAB - Museu da História e da Cultura Afro-brasileira localizado no bairro da Saúde no Rio de Janeiro.

Tributo à Idalice Moreira Bastos - AfroDai

O dia 06 de junho ficou decretado pela legislação do Estado e do Município do Rio de Janeiro o dia da pessoa trancista, reconhecendo como oficio o trabalho das mulheres que fazem da técnica ancestral africana uma fonte de renda. Tal data foi escolhida e reconhecido por ser o aniversário de Idalice Bastos, a pioneira do oficio no Rio de Janeiro. Dai trabalhou com muita paixão para valorizar a estética negra e se tornou referência em tranças e cuidados capilares e estéticos da população negra no Rio de Janeiro. Além do trabalho de fortalecimento da auto estimo da população negra, através de um salão especializada na beleza negra. Para além de empreendedora, Dai criou uma instituição não governamental, reconhecida pela ONU, para ensinar o oficio de trancista de forma sempre a trazer a reflexão sobre as condições das mulheres negras no Brasil. Vídeo: Cultne Audiovisual Slam: Nil Mendonça Montagem: Angelino Albaneze Concepção: Filó Filho

Awurê - Maryzelia e a Malandragem

Cultne registrou o grupo Awurê e a cantora baiana Maryzélia no Samba de Malandro no quintal da rua Pirapora, em Madureira.

CULTNE - Black Money no Wakanda in Madureira

Participação do Movimento Black Money na festa Wakanda in Madureira. O Movimento Black Money é um agente de desenvolvimento do ecossistema afroempreendedor. Tendo como principal função estimular o desenvolvimento do Mindset inovador de empreendedores e jovens negros para a criação de diferenciais competitivos no mercado. Com foco em comunicação, educação e mídias, o MBM produz conteúdos nas áreas de inovação, tecnologia e finanças; além de ofertar cursos de curta duração nas áreas de marketing, gestão e tecnologia.

Lazzo Matumbi - Abô

Abô - é um filme música, um filme de abrir caminhos! Lazzo Matumbi em 2021 completa 40 anos de carreira, e no filme ele e sua música nos traz as memórias das canções eternizadas na voz do artista, com destaque ao reggae e ao samba. No Palco do TCA, um encontro virtuoso com o multi instrumentista Felipe Guedes, onde Lazzo – celebrando e agradecendo essas quatro décadas de música – diz em bom som o que ainda está por vir, e com muito amor apresenta a inédita “Minha Paz".

Lançamento do livro de Jacques D'Adesky

Cultne TV registrou na Livraria Travessa em Botafogo, RJ o lançamento do livro "Uma breve História do Racismo. Intolerância, Genocídio e Crimes contra a Humanidade", de autoria do antropólogo Jacques d’Adesky, intelectual afro-europeu, que há décadas se dedica ao estudo e à produção acadêmica sobre esse tema no Brasil, deve ser recebido como uma contribuição significativa ao entendimento de um fenômeno demasiado importante para ser relegado à esfera do senso comum. De particular interesse para os estudiosos do racismo, são os tópicos que abordam a evolução desse pensamento, desde a intolerância religiosa em países como Grécia, Império Romano e o antigo Egito, passando pelo antijudaísmo cristão e o proto-racismo árabe e ibérico, que acabam fornecendo as justificativas iniciais para a escravização de africanos, tanto nas Américas quanto no Oriente Médio, e que constituem um capítulo muito pouco – e imerecidamente – conhecido da história. Passa-se daí à construção do racismo científico, com o mito ariano e as bases ideológicas do nazismo, com destaque para o antissemitismo, a eugenia e a sociobiologia, pseudociência recentemente proposta (década de 1970).

Tambores de Arrozal

Tambores de Arrozal é um documentário idealizado por um grupo de documentaristas cariocas, produzido pela Produzcultura, com direção de Carlos Junior e produção executiva de Eufrate Almeida, que relata a cultura do Jongo. Tradição enraizada no povo arrozalense, grande parte, descendente dos povos africanos, trazidos como cativos para agricultura da região conhecida como Vale do Café. Com objetivo de reconhecer a significância dos praticantes do jongo arrozalense, como protagonista de sua história, o documentário debruçou-se sobre o conteúdo, com narrativa e formação de rodas de jongo, em planos cinematográficos, para imortalizar em registro digital, a resistência das práticas culturais de seus ancestrais, no cultivo de suas raízes e incentivar as novas gerações, para darem continuidade à cultura do jongo, como herança histórica da região.

Som Brasil

Musica: Som Brasil Artista: Nego Alvaro Letra: Sereno e Moacyr Luz Direção : Pedro Oliveira e Beni Ktt Roteiro: Pedro Oliveira Edição, Câmera, Color e Direção de fotografia: Beni Ktt Producão: Patrícia Senna Assist. Produção: Rafael Torraca e Victor Paulo Making of: Carlos Chacal Elenco: Renata Ribeiro Pintura: Cris Pantoja Figurino: Quintal Romã (Saias) Locação: Quilombo do Grotão Gravadora. Biscoito Fino

Trem do Samba

Há dez anos atrás a TV Alerj registrou o Trem do Samba e Ricardo Brasil, apresentador do Cultne na Tv, mostrou quem é bamba no dia do samba. Evento idealizado pelo cantor e compositor Marquinhos de Oswaldo Cruz, tem o objetivo de imortalizar o bairro do subúrbio carioca como o território sagrado do samba.

Kenia Maria - Ser mulher preta no Brasil

Esta terceira temporada está a todo vapor!!! Nesta semana, recebemos Kenia Maria - atriz, escritora, pintora, ganhadora do titulo de Primeira Defensora dos Direitos das Mulheres Negras pela ONU e recém reconhecida pelo Prêmio Maria Felipa como uma das 100 pessoas mais influentes no mundo. Kenia nos traz uma visão geral do quadro grave da invisibilidade da mulher preta no Brasil, e também, sobre seus projetos e causas que vem lutando para dar vozes a mulheres negras. A multi-talentosa Kenia Maria ainda fala de seus ações presentes e futuros, sua trajetória de vida e como chegou até aqui em NY. Está imperdível!

Papo Black - EP 01

Em tempo de isolamento social produzimos uma Festa Soul Online celebrando os 50 anos da black music no Brasil. Na oportunidade produzimos o diálogo de autênticos personagens que viveram o momento mágico da black music nos anos 70. No primeiro episódio Sandra e Paulinho Philadhelfia contam suas andanças nas festas soul sob o comando adas inúmeras equipes de soul.

Sortilégio, De Abdias Nascimento

A nova edição do texto definitivo da peça teatral de Abdias Nascimento, Sortilégio, inclui textos de Jessé Oliveira, fundador do grupo Caixa Preta de teatro negro, além de entrevistas com os atores Léa Garcia e Ângelo Flávio, e texto introdutório de Elisa Larkin Nascimento que situa historicamente a trajetória e evolução desse clássico do teatro negro e do teatro brasileiro.

Programa Carlos Dafé

Programa exibido em 27 de agosto de 2016 na TV Alerj tendo como convidado o cantor, instrumentista e compositor, Carlos Dafé, considerado o "Príncipe do Soul" desde da época da soul music brasileira nos anos 70.

Dia Nacional do Samba - Velha Guarda da Portela

Com imagens de Ebugbarijô de Ras Adauto e Vik Birkbeck e Cor da Pele - CP Produções de Filó Filho e Carlos Alberto Medeiros o Acervo Cultne celebra o Dia Nacional do Samba com imagens da Velha Guarda da Portela. Formada por antigos integrantes da escola de samba Portela (fundada em 1923), a Velha Guarda estreou em disco em 1970, com "Portela Passado de Glória", produzido por Paulinho da Viola.

Oswaldo Faustino

Cultne apresenta o programa "Cultne em Resenha" com apresentação de Carlos Alberto Medeiros (@carlosalbertomedeirosoficial); produção, edição e direção de Filó Filho. O projeto surge em virtude do isolamento social devido a pandemia do COVID-19, fazendo com que a comunidade afrodescendente possa refletir e conhecer os fatos que se apresentam no seu dia-a-dia. A edição Cultne em Resenha de hoje, tem como convidado o ator, jornalista, radialista, escritor e ativista Oswaldo Faustino @faustinoswaldo que irá falar de sua trajetória na cena profissional e ativista.

Mundo Negro Powerlist Mulheres Negras 2022

Em 2022 no dia 25 de Julho, Dia Internacional da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha, o Site Mundo Negro, por meio da Powerlist Mulheres Negras transformando histórias, celebrou a atuação de mulheres negras de diversas áreas de atuação que estão mudando suas histórias pessoais, de suas famílias e da sociedade.

Julho das Pretas - Tradição, Persistência e Ancestralidade

No dia 25 de julho, celebramos o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-americana, Caribenha e da Diáspora - alusão I Encontro de Mulheres Afro-latino-americanas e Caribenhas ocorrido em Santo Domingo, República Dominicana, nesta mesma data de 1992 -, além do Dia Nacional de Tereza de Benguela, que relembra a luta e resistência quilombolas de Quariterê (MT) sob a liderança de Rainha Tereza (1730-1770) em Lei Federal promulgada pela ex-presidenta Dilma Rousseff (Lei 12.987/2014). Em razão disso, para muitas instituições e por muitas pessoas, o período abrangido pela série de celebrações em torno da efeméride é conhecido como o Julho das Pretas. Marcar o mês com atividades ligadas aos debates sobre as opressões racial, de gênero e classe, a ascensão e inserção de mulheres negras cis e trans, por exemplo, na política foi parte da estratégia adotada para trazer reflexões necessárias acerca do do lugar ocupado por esta parcela da população ao conjunto da sociedade brasileira, ao passo que, simultaneamente, articulações multissetoriais pelo enfrentamento desta realidade são reelaboradas e discutidas. Nosso posicionamento também é resultado da certeza de que, quando mulheres negras forem efetiva e proporcionalmente representadas, a consolidação democrática à brasileira sempre tentada estará efetivada, porque sob os princípios da justiça e reparação raciais. Nossa convidada Fátima Lima, antropóloga, Professora Associada do Centro Multidisciplinar UFRJ – Macaé, nordestina, colaboradora da Casa das Pretas e coordenadora do Grupo de Estudo e Pesquisa ORI - Grupo de Estudo e Pesquisa em Raça, Gênero e Sexualidade/CNPq, afirma: "Tem muita produção de mulheres negras para a gente conhecer e aprender!". Jaqueline Gomes de Jesus, professora de Psicologia do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ) e do Departamento de Direitos Humanos, Saúde e Diversidade Cultural da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca da Fundação Oswaldo Cruz (DIHS/ENSP/Fiocruz), fala sobre sistema acadêmico e a importância da educação diversa. Nossa convidada Raquel Barreto, historiadora e pesquisadora especializada no trabalho das autoras Angela Y. Davis (1944) e Lélia Gonzalez (1935-1994), fala sobre o movimento negro e a produção de conhecimento de intelectuais negras, citando Lélia Gonzalez (1935-1994) e Beatriz Nascimento (1942-1995) como principais referências históricas. Melina de Lima, historiadora e neta da grande intelectual e ativista Lélia Gonzalez (1935-1994), coautora do Projeto Lélia Gonzalez Vive e Diretora de Educação e Cultura do Instituto Memorial Lélia Gonzalez (início em breve), fala sobre filosofia africana, produção intelectual-teórica de mulheres negras, suas contribuições históricas aos movimentos negro e feminista e a falta de democracia racial no país. Nossa convidada Idelzuíta Ribeiro da Paixão, matriarca e neta dos fundadores do Quilombo Mimbó, na zona rural de Amarante (PI), conta-nos sobre a história de sua família e construção do Quilombo Mimbó. Fontes de pesquisa: Geledés, Brasil Escola e G1. AGRADECIMENTO: O Canal Preto gostaria de agradecer a participação de nossas convidadas.

Orquestra Afro-Brasileira - Show 80 Anos

Apresentação da Orquestra Afro-Brasileira em comemoração aos seus 80 anos de existência, realizada no dia 14 junho de 2022, no Teatro Ipanema, zona sul do Rio de Janeiro. Neste mesmo dia, foi celebrado o aniversário de 80 anos de Carlos Negreiros, último músico remanescente da formação original da orquestra, fundada em 1942.

Show Macumbeira

Show da atriz, cantora e compositora Jéssica Ellen no Teatro Prudential apresentando o espetáculo do seu mais recente álbum Macumbeira realizado em 11 de março de 2022.