“Descobri a magia do cinema quase aos 60” - Episódio 4

Consciente dos estereótipos e dos reducionismos que, em geral, são atribuídos a pessoas negras no audiovisual, Edileuza é propositiva: “Eu quero falar de amor”, demarca. E é diante de amores e afetos que o cinema se torna, para a realizadora, um lugar de refúgio.

“Eu quero falar de amor” - Episódio 3

Consciente dos estereótipos e dos reducionismos que, em geral, são atribuídos a pessoas negras no audiovisual, Edileuza é propositiva: “Eu quero falar de amor”, demarca. E é diante de amores e afetos que o cinema se torna, para a realizadora, um lugar de refúgio.

“A função social do afeto é o compromisso de ser feliz” - Ep. 2

Consciente dos estereótipos e dos reducionismos que, em geral, são atribuídos a pessoas negras no audiovisual, Edileuza é propositiva: “Eu quero falar de amor”, demarca. E é diante de amores e afetos que o cinema se torna, para a realizadora, um lugar de refúgio.

“Uma rotina natural que o cinema não mostra” - Episódio 1

Consciente dos estereótipos e dos reducionismos que, em geral, são atribuídos a pessoas negras no audiovisual, Edileuza é propositiva: “Eu quero falar de amor”, demarca. E é diante de amores e afetos que o cinema se torna, para a realizadora, um lugar de refúgio.
11
15
6
5
Lançamento de Livro 09:01
EP5 - Lançamento Livro Jurema Batista
3
Missa dos Quilombos 11:05
EP3 - Missa dos Quilombos - Parte 3
2
Missa dos Quilombos 14:04
EP2 - Missa dos Quilombos - Parte 2
1
Clipes de Charme 03:58
EP1 - Rosas Negras